Introdução

Como a esclerose múltipla pode afetar a bexiga e o intestino Muitas pessoas com esclerose múltipla (EM) sentem que a doença também afeta sua bexiga e intestino. Embora obviamente não seja o ideal, existem formas eficazes de lidar com os problema para você ter controle de sua condição. Consequências da esclerose múltipla

A bexiga

Os sintomas da esclerose múltipla (EM) variam de pessoa para pessoa, mas acima de 50% dos indivíduos com esclerose múltipla apresentarão problemas na bexiga. Os sintomas típicos incluem: 

  • Necessidade de urinar com maior frequência ou urgência
  • Dificuldade para o esvaziamento da bexiga
  • Incontinência urinária ocasional

Os sintomas acima podem ser um dos primeiros sinais de esclerose múltipla, mas eles também podem se desenvolver durante a progressão da doença.

 

Os intestinos

A esclerose múltipla também pode afetar o intestino e acredita-se que cerca de 34% das pessoas têm problemas em um grau que interfere em sua vida cotidiana. Os sintomas típicos incluem: 

  • Constipação
  • Vazamento intestinal

Certos medicamentos comumente prescritos para a esclerose múltipla também podem aumentar a probabilidade de constipação.

 

Como cuidar de sua bexiga e de seu intestino

Para evitar complicações problemáticas e melhorar sua qualidade de vida, é importante cuidar de sua bexiga e de seu intestino. A seção seguinte descreve algumas soluções práticas que podem ser úteis para você:

 

Incapacidade de esvaziar a bexiga

O cateterismo intermitente limpo é uma referência para pessoas que não conseguem esvaziar suas bexigas sozinhas.

 

Vazamento de bexiga

Os cateteres externos  são uma forma eficaz para meninos e homens lidarem com o vazamento de bexiga.

 

Constipação/vazamento intestinal crônicos

Para vazamento, você pode usar o Peristeen plug anal.

 

Esclerose múltipla – fatos
A EM é conhecida como uma doença autoimune, o que significa que o sistema imunológico ataca as células do próprio indivíduo. No caso da EM, o sistema nervoso central (SNC) é atacado. A proporção de EM entre mulheres e homens é de cerca de 2:1.  A EM pode, gradualmente, causar:

  • Sintomas na bexiga e intestino
  • Limitações físicas
  • Fadiga
  • Deficiência cognitiva
Fechar

Bom saber

Como posso lidar com meus problemas de intestino?

Como posso lidar com meus problemas de intestino?

Problemas como o vazamento intestinal e constipação são uma consequência comum de doenças/condições que causam lesões no sistema nervoso central.

Como lidar com problemas de intestino
Fechar

Como posso lidar com meus problemas de intestino?

Há nervos na medula espinhal que controlam a evacuação e se eles estiverem danificados, a sensação das fezes se movendo pelo corpo e da necessidade de esvaziar o intestino é afetada. Como resultado, pode ser difícil saber quando o seu intestino está cheio e você também pode ter problemas para controlar a liberação de fezes. Isso pode causar diferentes tipos de problemas intestinais: 

  • Vazamento intestinal
  • Constipação
  • Uma combinação dos dois

 

Vazamento intestinal

O vazamento intestinal ocorre quando você não consegue controlar os músculos de seu intestino. Isso pode resultar em vazamento acidental das fezes ou urgência para ir ao banheiro. Os acidentes intestinais podem ser uma experiência desagradável e também podem causar irritação da pele e infecções de bexiga - todos esses fatores podem afetar bastante a autoconfiança e o bem estar de uma pessoa.


Constipação

A constipação ocorre quando as fezes no intestino ficam lá por muito tempo, tornando-se ressecadas e endurecidas. Isso dificulta a defecção e resulta na impossibilidade de defecar. Os sintomas variam de pessoa para pessoa, mas os mais comuns são tensão, inchaço e desconforto intenso.

Você pode apresentar uma combinação de vazamento intestinal e constipação - quando fezes mais maleáveis ou fluidas passam através das fezes endurecidas presas no cólon, muitas vezes provocando um acidente intestinal.

Independentemente do problema com o qual você está lidando, é importante encontrar uma rotina intestinal que lhe permita seguir sua vida diária com confiança.

Fechar
Como posso lidar com meus problemas urinários? Dependendo do problema, talvez seja necessário usar um cateter intermitente ou um cateter externo. De qualquer modo, encontrar um produto que se adeque às suas necessidades e estilo de vida é de crucial importância para sua qualidade de vida em geral. Como lidar com problemas de bexiga?
Fechar

Lidando com problemas de bexiga

Lidando com a retenção urinária

Se você tem dificuldades para esvaziar sua bexiga, a opção mais comum seria o cateter intermitente. O primeiro passo será encontrar aquele que melhor se adequa ao seu estilo de vida. Após escolher o  cateter, é importante seguir as orientações referentes à frequência da utilização.

Se apresentar infecções do trato urinário (ITU) com frequência, pode ser uma boa ideia seguir algumas sugestões:

  • Beba mais líquidos durante o dia
  • Aumente a frequência diária de cateterismos Normalmente, você receberá instruções para utilizar o cateter entre quatro a seis vezes por dia, caso não consiga esvaziar a bexiga sozinho.
  • Assegure-se de que suas mãos e materiais estejam limpos para o cateterismo
  • Reavalie sua  técnica de cateterismo intermitente

Se você continuar contraindo ITUs mesmo seguindo essas orientações, entre em contato com um profissional de saúde.

Lidando com a incontinência urinária

Os cateteres externos  são usados de forma eficiente por muitos homens que sofrem de incontinência urinária. Eles são dispositivos discretos em forma de preservativo que revestem o pênis e se conectam a uma bolsa coletora presa à perna.

É importante usar o cateter externo de tamanho correto, sendo que a bolsa coletora apropriada dependerá da quantidade de urina que você elimina.

Fechar
Como cuidar de seu intestino e de sua bexiga Conheça formas efetivas de cuidar de seu intestino e de sua bexiga que podem fazer a diferença na sua qualidade de vida. Aqui, informações gerais para assegurar que você esteja fazendo o possível em prol da sua saúde. Saiba mais sobre bexiga e intestino
Fechar

Como cuidar de seu intestino e de sua bexiga

Por que é tão importante cuidar da bexiga?

Esvaziar sua bexiga da forma correta é crucial se você quer:

  • Evitar infecções do trato urinário e lesões renais
  • Controlar sua bexiga
  • Preservar ou, em alguns casos, recuperar a continência
  • Melhorar sua qualidade de vida

 

Como lidar com a retenção

De acordo com as diretrizes internacionais sobre o tratamento saudável da bexiga, o cateterismo intermitente é considerado a melhor prática para pessoas com retenção urinária. O tratamento saudável da bexiga com o cateterismo intermitente é uma questão de rotina e regularidade. Você ainda está produzindo a mesma quantidade de urina de antes, por isso, faz sentido que você ainda precise esvaziar a bexiga na mesma quantidade de vezes que você a esvaziava antes, normalmente cerca de quatro a seis vezes por dia. A diferença óbvia é que agora você precisa usar um cateter.

 

Como lidar com vazamentos

O controle do vazamento de urina com um cateter externo e uma bolsa coletora de urina demonstrou melhorar a qualidade de vida de homens, em comparação com os absorventes.


Coisas a levar em conta ao escolher um cateter

É importante que você se sinta confortável cateterizando a si mesmo para que você possa se sentir independente e no comando de seu próprio corpo. Pense nas seguintes questões:

 


O cateter é fácil de usar?

 

  • O revestimento permite uma inserção suave do produto?
  • O cateter está pronto para o uso assim que retirado da embalagem?
  • O uso do cateter é intuitivo?

 

Ele se ajusta ao seu estilo de vida? 

  • Ele tem tamanho e formato discretos para que apenas você saiba que o está usando ao sair de casa?
  • Ele contém materiais aos quais você tem alergia ou não quer se expor?
  • Você precisa usar muitos acessórios (tubos de extensão, bolsas de urina, manuais de aplicação, etc.) e o quão fácil é lidar com todos eles juntos?
  • Você precisa de ajuda para usar seu sistema de incontinência ou poderia ser independente caso usasse um cateter diferente?

 

Leia mais sobre a variedade de soluções para cuidados da bexiga da Coloplast. (Link para SpeediCath, Conveen.)

 

 

Por que é tão importante cuidar do intestino?

Da mesma forma que com o cuidado da bexiga, ter uma rotina de bons cuidados do intestino melhorará o seu bem-estar físico e emocional e ajudará você a:

 

  • Defecar de forma regular e sem dor
  • Evitar vazamentos intestinais e constipação
  • Melhorar sua qualidade de vida

 

 

Há diversas maneiras de cuidar de seu intestino, incluindo:

 

  • Fazer alterações específicas em sua dieta e ingestão de líquidos
  • Usar supositórios e/ou laxantes
  • Usar outros métodos como evacuação/estimulação manual
  • Irrigação intestinal

 

Todos são diferentes, por isso, o estabelecimento de uma rotina de bons cuidados do intestino varia de pessoa para pessoa. Se alguma das opções acima não for eficaz o suficiente, a irrigação intestinal pode então ser uma boa alternativa para evitar vazamento intestinal e constipação. Essa é uma técnica bem documentada, na qual a água é introduzida no intestino através do reto. A água e as fezes são então esvaziadas do intestino.

Fechar
Perguntas mais frequentes sobre EM A esclerose múltipla pode afetar muitas funções do corpo, incluindo sua bexiga e seu intestino. Aqui, detalhamos algumas das perguntas mais frequentes e apresentamos algumas respostas. Perguntas mais frequentes sobre esclerose múltipla

A bexiga

Por que a esclerose múltipla causa problemas na bexiga?

A bexiga, que armazena urina, é controlada pelo sistema nervoso. Como a esclerose múltipla provoca lesão nos nervos, a função da bexiga pode ser afetada. Algumas pessoas acham que precisam urinar com mais frequência ou urgência, enquanto outras têm dificuldade no esvaziamento da bexiga. Algumas pessoas com esclerose múltipla podem apresentar incontinência urinária ocasional.

Como os problemas na bexiga podem afetar minha saúde?
O fato de não esvaziar sua bexiga regularmente pode causar infecções. As infecções começam na bexiga, mas podem subir para os rins e causar uma lesão renal séria, que pode danificar os rins. Mesmo pequenas quantidades de urina residual na bexiga podem causar infecções.

Outro problema pode ser a falta de controle na urgência em urinar, deixando a urina vazar involuntariamente. Encontrar uma forma de controlar seus problemas de bexiga poderá ajudá-lo a continuar saudável e confiante.

O que posso fazer para controlar meus problemas na bexiga?
Há diversos métodos e produtos disponíveis, entre os quais, cateteres, cateteres externos (para homens) e produtos absorventes. Peça ajuda para encontrar o produto certo para as suas necessidades. (link para encontrar o produto certo).

O que é um cateter?
O cateter é um tubo fino e flexível inserido na bexiga através da uretra para permitir que a urina seja drenada.

O uso do cateter provoca dor?
Não. Você pode sentir um pouco de pressão quando o cateter entra. Se sentir desconforto ou lhe parecer difícil passar o cateter, faça um pequeno intervalo. Tente relaxar respirando fundo ou tossindo. Avise seu médico ou enfermeiro se achar o procedimento doloroso.

Posso simplesmente esvaziar minha bexiga pela manhã e à noite?
Não. Você deverá seguir a programação recomendada por seu médico. Via de regra, a bexiga deve ser esvaziada pelo menos quatro a seis vezes por dia.

Posso ingerir menos líquidos para não ter de esvaziar minha bexiga tão frequentemente?
Não. É importante que você beba líquidos suficientemente. A ingestão de líquido mantém o sistema urinário limpo e saudável.

O que devo fazer se a urina tiver aparência turva ou escura, ou se tiver um odor diferente?
Você pode ter uma infecção. Converse com seu médico ou enfermeiro.

O que devo fazer se apresentar infecções do trato urinário com frequência?
Usar um cateter intermitente aumenta o risco de infecções do trato urinário. Entretanto, em comparação com outros tipos de cateter, como os cateteres permanentes (cateterização), os cateteres intermitentes apresentam menor probabilidade de causar infecções do trato urinário. Existem formas de reduzir o risco de infecções do trato urinário:

  • Beba mais líquidos durante o dia – o princípio é simplesmente lavar o trato urinário, ajudando você a continuar o cateterismo
  • Certifique-se de que a bexiga seja esvaziada completamente sempre que proceder o cateterismo
  • Aumente o número de cateterismos por dia
  • Assegure-se de que suas mãos e equipamento estejam limpos para o cateterismo
  • Reavalie sua técnica de cateterismo intermitente (inserir link para animação)

 O que devo fazer se minha urina continuar vazando?
O vazamento de urina pode ocorrer por diferentes motivos:

  • Uma infecção do trato urinário pode causar vazamento de urina. Se suspeitar de infecção, você deverá procurar seu médico. Os sintomas mais típicos que devem ser identificados são:
    • Urina escura e com odor forte
    • Urina turva
    • Sangue na urina
    • Febre/sudorese
    • Espasmos na bexiga
    • Aumento das contrações musculares na perna
  • Se você se cateterizar menos de quatro vezes por dia, pode haver vazamento, pois não usou o cateter na frequência recomendada.
    • Considere realizar o cateterismo com frequência, para evitar a formação de pressão na bexiga
    • Certifique-se de que a bexiga seja esvaziada completamente sempre que proceder o cateterismo. Reavalie sua técnica de cateterismo intermitente (inserir link para animação)
    • Se estiver fazendo o cateterismo mais de sete vezes ao dia e, ainda assim, continuar apresentando problemas de vazamento de urina, você deve consultar seu médico (ver abaixo)
  • A urina poderá vazar se você tiver espasmos/contrações involuntários na bexiga (não causados por ITU [infecção de trato urinário]).
    Converse com seu médico sobre as possibilidades de prescrever algum medicamento para o relaxamento da bexiga
  • Se o vazamento ocorrer principalmente durante a prática de exercícios físicos, você deverá considerar fazer o cateterismo antes de começar a se exercitar.

O intestino

Por que a esclerose múltipla causa problemas de intestino?
As terminações nervosas no reto ajudam a alertar as pessoas sobre a necessidade de defecar quando as fezes entram no reto. Em pessoas com esclerose múltipla, essa mensagem pode se perder ou estar incompleta, aumentando o risco de problemas intestinais, como constipação, vazamento intestinal ou uma combinação de ambos. Certos medicamentos comumente prescritos para a esclerose múltipla também podem aumentar a probabilidade de constipação.

Como os problemas intestinais podem afetar meu estilo de vida?
O vazamento intestinal e a constipação podem ser bastante desconfortáveis, além de terem um impacto significativo na qualidade de vida.  Além do desconforto físico e da sensação de flatulência, você se preocupa com a possibilidade de um acidente em público.

Por isso, é importante descobrir uma forma de controlar seus problemas de intestino.

O que posso fazer para controlar meus problemas de intestino?
Problemas de intestino muitas vezes podem ser melhorados alterando-se a dieta. Existem também medicamentos de vários tipos que podem ajudar. A irrigação transanal pode ser usada para ajudar a prevenir a constipação e vazamento intestinal. Leia mais sobre irrigação transanal. (link para a página do produto Peristeen)


O que é irrigação transanal?
Irrigação transanal é a introdução de água no intestino através de um cateter retal. A água estimula e lava o intestino removendo as fezes e esvaziando a parte inferior do intestino. É importante adotar essa prática regularmente para evitar a constipação e o risco de acidentes intestinais.

 

Com que frequência devo fazer a irrigação?
Para a maioria das pessoas, uma vez a cada um ou dois dias é suficiente. É importante fazê-la regularmente para evitar a constipação e o risco de acidentes intestinais. Recomenda-se obedecer a uma rotina regular, ao invés de fazer muitas mudanças. Com o tempo e prática, você descobrirá o que funciona melhor para você. Em caso de dúvidas, peça ajuda ao seu médico ou enfermeiro.

 

Em que horário é melhor fazer a irrigação?
Procure adotar uma rotina que possibilite fazer a irrigação aproximadamente no mesmo horário todos os dias. Comer e beber contribui para o funcionamento normal do intestino, portanto, cerca de 30 minutos após as refeições é um bom momento. Mas não tenha medo de mudar um pouco sua rotina para adaptá-la a seus hábitos diários.


Posso viajar com o equipamento de irrigação transanal?
Sim – lembre-se de levar seu sistema de irrigação com vários cateteres descartáveis, pois talvez eles não sejam vendidos em todos os lugares. Se for usar o sistema no exterior, use água engarrafada ou água fervida e resfriada em locais onde a água de torneira não é segura para beber. Lembre-se de que, em diferentes fusos horários, seu corpo pode demorar um pouco para se adaptar a uma nova rotina. Também é possível que você venha a comer alimentos diferentes que poderão afetar seu intestino.


O processo é doloroso?
Não, a irrigação transanal normalmente não provoca dor e é perfeitamente segura. Entretanto, pode ser um pouco estranho inicialmente. Se você sentir desconforto ao bombear a água para dentro, pare um pouco e depois continue. Se você sentir dor, pare a irrigação imediatamente, esvazie o balão e remova o cateter. Se a dor persistir, peça ajuda ao seu médico ou enfermeiro.


Há algum risco ou complicação?
Algumas pessoas apresentam problemas leves, como desconforto e um pouco de sangramento. Se o cateter não for colocado corretamente, ele pode perfurar ou cortar o intestino, mas o risco é muito pequeno se você seguir as instruções de seu médico ou enfermeiro.


O que devo fazer se houver vazamento entre as irrigações?
Se tiver um vazamento intestinal entre as irrigações, a causa pode ser um esvaziamento insuficiente de seu intestino provocado por constipação ou fezes endurecidas. Também é possível que você esteja usando demasiada água durante a irrigação. Entre em contato com seu médico ou enfermeiro para ajudá-lo a adaptar-se ao seu plano intestinal. Um plug anal Peristeen® poderá ajudar se o problema persistir.

Fechar
Encontrando o produto correto A Coloplast oferece uma grande variedade de produtos para ajudá-lo com seus problemas de bexiga ou intestino. Aqui estão algumas sugestões para quando você estiver escolhendo um produto. Leia mais
Fechar

Encontrando o produto correto

Cuidando de sua bexiga

Eis alguns produtos que podem ajudá-lo com seu problema de bexiga:

  • Cateteres - para retenção urinária (quando você não consegue esvaziar sua bexiga naturalmente)
  • Cateteres externos e bolsas de urina - para homens que não conseguem controlar o momento de urinar 

O que procurar ao escolher um cateter

Encontrar o cateter correto é muito importante para garantir que sua bexiga seja esvaziada de forma segura e eficiente, com o menor incômodo possível. Use os links abaixo para ler mais sobre fatores importantes a serem considerados na escolha de um cateter:

  • Segurança (link til SCI04)
  • Facilidade de uso (link til SCI04)
  • O modo como ele se ajusta a você e ao seu estilo de vida (link to SCI04)

Finalmente, ao discutir escolhas de produto com seu profissional de saúde, lembre-se de falar sobre seu estilo de vida, preocupações e necessidades especiais.

Cateteres da Coloplast

A Coloplast oferece uma gama de cateteres: 

SpeediCath®
Pronto para uso imediato – assim que retirado da embalagem
Manuseio intuitivo – sem necessidade de preparação
Risco minimizado de lesão uretral devido ao revestimento suave do cateter e orifícios.

 

Cuidando de seu intestino 

As duas principais formas para cuidar de seu intestino são:

  • Irrigação intestinal - para prevenir vazamento intestinal e constipação
  • Plugues anais - para vazamento intestinal

A irrigação intestinal é uma técnica bem documentada para esvaziamento do intestino. Água é introduzida no intestino através do reto. A água é retirada do intestino juntamente com as fezes. A técnica permite que você esvazie seu intestino regularmente, ajudando a evitar vazamento intestinal e constipação.

Produtos da Coloplast

 

O plugue anal Peristeen é uma ajuda simples, segura e discreta para evitar vazamento anal. Ele:

  • Vem em dois tamanhos - pequeno e grande
  • Pode ser usado continuamente por até 12 horas
  • Pode ser removido facilmente puxando-se o cordão de gaze preso ao plugue.

É pequeno e você pode guardar em sua bolsa de mão ou dentro do bolso.

Fechar

Dicas, ferramentas e orientações

Orientações para esvaziamento do intestino

Abaixo você pode encontrar vídeos com orientações para crianças e adultos sobre como usar Peristeen® para irrigação anal.

Como ajudar as crianças a esvaziarem sua bexiga

Como ajudar as crianças a esvaziarem sua bexiga

Aprender a esvaziar sua bexiga é um passo importante no desenvolvimento de qualquer criança. Isso as ajuda e se sentirem mais confiantes e lhes dá liberdade para participar de atividades sociais, como praticar natação ou brincar com amigos.

Assista ao guia passo a passo para crianças
Fechar

Como ajudar as crianças a esvaziarem sua bexiga

ícone


A maioria das crianças com espinha bífida, especialmente as mais jovens, dependem de seus pais para esvaziarem sua bexiga. Os métodos tradicionais para evitar o vazamento da bexiga e constipação incluem modificação da dieta, uso de supositórios, enemas, constipadores, amolecedores do bolo fecal e laxantes.


Mais previsível

Algumas crianças, entretanto, acham esses métodos de tratar o intestino ineficientes, pois você não pode programar quando vai defecar, o que sempre resulta em acidentes intestinais.

A irrigação intestinal é um tipo de rotina de cuidado intestinal que garante que o usuário possa defecar regularmente e de forma previsível. Se feita regularmente, ela pode ajudar seu filho ou filha a se sentir mais confortável e evitar problemas como vazamento intestinal e constipação.


O que é a irrigação intestinal exatamente?

A irrigação intestinal é a introdução de água no intestino através do reto com uso de um cateter. A água estimula o intestino e enxagua as fezes.  O processo leva cerca de 30 a40 minutos. Após a irrigação, a parte inferior do intestino fica vazia. A irrigação intestinal é feita a cada um ou dois dias.

 

É importante fazer a irrigação regularmente porque:

  • A irrigação regular evita acidentes intestinais, simplesmente porque a parte inferior do intestino fica sem fezes
  • A irrigação regular previne a constipação crônica, pois estimula os movimentos intestinais, tornando-os mais regulares 

 

Até que seu filho ou filha saiba como fazer a irrigação intestinal sem ajuda, você precisa garantir que ela seja feita corretamente e com segurança. Encontre uma rotina boa e regular que funcione e ajude a fazer com que seu filho ou filha fiquem mais interessados. Ele ou ela precisarão fazer isso sozinhos quando ficarem mais velhos.

Fechar

Orientações sobre autocateterismo

Abaixo você pode encontrar vídeos com orientações para cadeirantes no uso de SpeediCath

Visualizar Versão para Desktop